sexta-feira, 19 de setembro de 2014

CONHEÇA O RITUAL MACABRO DA ÁFRICA DO SUL;CRIANÇAS SÃO OBRIGADAS A TEREM O PÊNIS CORTADOS

A 7 de julho, na África do Sul, houve 30 vítimas jovens na sequência de circuncisões mal sucedidas, e 300 rapazes tiveram de ser hospitalizados. Em maio tinham sido registadas 40 mortes pelo mesmo motivo no mesmo país.
As trinta vítimas, do passado dia 7 de julho, foram registadas na província rural do Cabo Oriental, a região natal do antigo Presidente sul-africano Nelson Mandela, onde as circuncisões masculinas fazem parte dos ritos tradicionais de iniciação à idade adulta.
Contudo, estes números não são os primeiros registos de mortos de 2013, pela prática tradicional. Em maio, já 40 jovens tinham morrido vítimas do processo da circuncisão e na altura, em declarações à agência de notícias sul-africana Sapa, o porta-voz do departamento provincial de saúde, Ronnie Masilela, adiantava que as hemorragias e a desidratação foram as causas da maioria das mortes.
Disse ainda que, possivelmente, quem executou as circuncisões não estava devidamente preparado.Estes rituais, de acordo com a tradição, pretendem fazer a passagem dos jovens e adolescentes para a idade adulta e realizam-se nas chamadas escolas de iniciação, a maioria reconhecida por lei. Todos os anos, dezenas de adolescentes morrem na África do Sul nestas escolas de iniciação, pelas quais passam milhares de jovens anualmente. Grupos de rapazes sul-africanos dos grupos étnicos Xhosa, Sotho e Ndebele costumam passar cerca de um mês em matas isoladas ou em áreas de montanha, para estes ritos de iniciação, que também incluem aulas de coragem masculina e disciplina. Estes rituais incluem circuncisão feita por cirurgiões tradicionais e, por vezes, são utilizados materiais não esterilizados. Para além da circuncisão propriamente dita, aos jovens são ensinadas lições de coragem masculina e de disciplina.
As circuncisões mal feitas levam a que o órgão sexual dos rapazes tenha de ser amputado ou, em situações extremas, podem causar a morte. Debate nacional Todos os anos, estes casos são uma tragédia na África do Sul, mas este ano o elevado número de jovens que morreu neste rituais, 70 agora, mas 40 na altura, lançou um debate nacional. A polícia abriu investigações para apurar os motivos, e o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, um defensor desta prática cultural, pediu rapidez nas investigações, para que os alegados culpados sejam levados à justiça.No dia 29 de maio, houve um debate no parlamento sul-africano por causa da morte destes cerca de 40 jovens nestes rituais de circuncisão. A vice-presidente do Congresso Nacional Africano com assento no parlamento sul-africano, Mmamoloko Kubayi, cita o ministro da saúde sul-africano, Aaron Motsoaledi, para explicar que estes ritos de circuncisão masculina foram praticados por pessoas que apenas queriam fazer dinheiro em nome da cultura. "Estas pessoas não operam nas escolas legais. As suas escolas são ilegais, as suas práticas são ilegais e nem sequer são reconhecidas como escolas que deveriam fornecer ritos de iniciação tal como nós os conhecemos." Mmamoloko Kubayi chega mesmo a dizer de que se tratam de casos de natureza criminal. "Estas pessoas recolhem os jovens e colocam-nos nestas chamadas escolas de iniciação apenas para fazer dinheiro", diz Kubayi. Quando os jovens entram nestas escolas de iniciação, "as respectivas famílias pagam um certo montante para que os jovens possam lá ficar", mas segundo Kubayi "nestas outras escolas, as taxas são muito elevadas". Conta que "estas escolas não são reconhecidas, porque há um sistema que regista todas as escolas de iniciação na África do Sul. Por isso, estas escolas em particular não estavam sequer registadas, nem eram reconhecidas pelo governo".Mmamoloko Kubayi adianta ainda que os chefes das tribos, as escolas e o governo tinham concordado com a existência de "workshops", nos quais médicos e enfermeiras iriam às escolas para ensinar e garantir que existem as condições necessárias para a circuncisão, como, por exemplo, o uso de material esterilizado, para evitar as infecções. "Houve uma transformação no seio da sociedade sul-africana, promovida pelo governo em cooperação com as escolas de iniciação". Por isso, "estas escolas, em que os rapazes morreram e as quais não eram conhecidas, pertenciam a pessoas que apareceram do nada e criaram estas escolas de iniciação". Acrescentou ainda que "alguns dos rapazes foram raptados e, por isso, não foram para lá de livre vontade". E foi aí que a polícia sul-africana "teve de agir e começar a investigar estes casos de homicídio". Crime para quem não cumpra a lei No debate parlamentar do dia 29 de maio, Mmamoloko Kubayi disse que as principais conclusões passam por aplicar uma legislação para toda a África do Sul que regule a forma como as escolas de iniciação podem operar. Foi ainda concluído que devem ser abertos processos criminais para aqueles que não cumpram a legislação. Mas, apesar dos incidentes ocorridos, Kubayi afirma que a prática da circuncisão masculina vai continuar. "Recorde-se que a constituição sul africana promove e protege a tradição e os direitos das pessoas que praticam a sua tradição. É parte da cultura da nossa sociedade". Na África do Sul, a tradição das cerimónias de iniciação e do ritual da circuncisão masculina ainda permanecem bem vivas. O líder histórico sul-africano, Nelson Mandela, fala, inclusive, sobre a respectiva circuncisão no livro de memórias chamado "Um Longo Caminho para a Liberdade".Prática de circuncisão em Moçambique O simbolo de África do Sul, Nelson Mandela, já tinha escrito num dos seus livros, sobre a tradicional prática. O simbolo de África do Sul, Nelson Mandela, já tinha escrito num dos seus livros, sobre a tradicional prática. Da UNICEF de Moçambique, Massimiliano Sunny disse não conhecer casos recentes de morte associados a esta prática. Contudo, afirma que podem ter existido casos de circuncisão feitos de forma não segura, sobretudo no norte do país e nas províncias em que a prática está enraizada na cultura. "Normalmente esses rituais são feitos com muitos meninos circuncisados no mesmo momento e isso naturalmente, não é feito com uma lâmina individual nem com os cuidados higiénicos necessários", e por isso disse que "naturalmente pode criar muito mais problemas graves". Afirma que nos últimos anos o governo "trabalhou bastante com praticantes da medicina tradicional" para se assegurarem que os rituais começam a ser praticados de forma "mais segura". O ministério da Saúde de Moçambique lançou este ano um novo plano de saúde, o qual pretende expandir o serviço de circuncisão masculina por todo o país. Massimiliano Sunny diz que houve quase um ano de preparação para "circuncisar mais de um milhão e meio de pessoas entre os 10 e os 49 anos", uma iniciativa que seguiu naturalmente "os procedimentos médicos" adequados. Uma pesquisa qualitativa realizada pela universidade norte-americana John Hopkins adianta que muitos jovens procuram a circuncisão masculina, por pensarem que estão mais protegidos contra o risco de serem infectados pelo vírus da SIDA. Contudo, há ainda outras conclusões. Massimiliano Sunny diz que é urgente que os jovens recorram a este método "porque ele os ajuda a se prevenirem do HIV".Massimiliano Sunny adianta que está a ser feita uma campanha para frisar a ligação entre a circuncisão masculina e uma série de outros comportamentos essenciais, como, por exemplo, o uso do preservativo, sem os quais não se fica imune ao risco de se contrair o vírus da SIDA. O debate na comunidade científica sobre a redução do risco de se ficar infectado pelo HIV por via da circuncisão, ainda não é consensual. Deste modo, será correcto avançar-se para um plano nacional de saúde baseado ainda numa certa incerteza? Massimiliano disse que tem havido um "consenso entre os especialistas", que adiantam que a circuncisão "reduz o risco a 60% de contrair o HIV " e por consequência, o dissiminar. Circuncisão "não é imposta" A circuncisão pode prevenir a transmissão da sida em 60%. A circuncisão pode prevenir a transmissão "da sida em 60%". Mas será que os jovens vêm este ritual como algo necessário ou algo que lhes é imposto? Massimiliano Sunny responde com base nos dados recolhidos pela pesquisa qualitativa feita pela universidade norte-americana John Hopkins. "No grupo dos 20 aos 25 anos, são os que estão mais dispostos a serem circuncisados porque associam a prática a maiores cuidados higiénicos", e alguns "por pensarem que podem ter mais mulheres pelo facto de serem circuncisados", portanto conclui dizendo "que não me parece ser algo imposto". A circuncisão feita em condições médicas normais foi a base de uma lei aprovada no parlamento alemão – o Bundestag – em Dezembro do ano passado de 2012. A nova lei na Alemanha regula a circuncisão de menores por razões religiosas, sejam judeus ou muçulmanos, e define que a prática deve ser feita com a devida supervisão médica. E a lei foi aprovada, após meses de polémica sobre se esta prática implica ou não uma lesão física de carácter irreversível a um menor. A legislação prevê que a circuncisão pode ser praticada até ao sexto mês de vida do menor, por uma pessoa com a formação necessária para tal. Estabeleceu-se também que a circuncisão deve assegurar que o menor não sinta dor e, em caso de dúvida, o menor deve ser sedado. Caso exista perigo para o bem-estar do menor, a prática deve ser proibida. MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO Brasil leva experiência de combate ao SIDA a Moçambique Técnicos brasileiros da área de tratamento do Sida estão otimistas com a primeira etapa do projeto de capacitação realizado na província de Gaza, em Moçambique. No terreno constataram dificuldades, mas também avanços. (18.02.2013) Governo alemão reafirma legalidade da circuncisão religiosa Com emenda de lei, governo alemão quer garantir a liberdade jurídica em casos de circuncisão masculina por motivos religiosos. Nenhum outro país do mundo proíbe o procedimento. (10.10.2012) Alemanha deverá ter lei para regulamentar circuncisão de menores Parlamentares exigem que governo apresente ainda este ano um projeto de lei que permita a circuncisão de menores. Decisão vai ao encontro das exigências das comunidades judaica e muçulmana. (20.07.2012) Condenada por tribunal alemão, circuncisão pode ser benéfica à saúde Decisão de corte alemã sobre a circuncisão masculina de menores tem causado polêmica não somente entre grupos religiosos. Médicos defendem que prática traz benefícios à saúde e deve ser opção dos pais. (18.07.2012)

Outros 293 jovens, tiveram de ser submetidos a tratamento hospitalar devido a ferimentos, desidratação, gangrena e feridas infectadas, segundo a agência noticiosa AFP.
http://www.prochan.com/view?p=ef8_1410823013

Festa de São Francisco 2014 na Paróquia São Sebastião

De 24 de setembro a 04 de outubro será celebrada a tradicional festa em Honra a São Francisco na Paróquia São Sebastião com tema "São Francisco e a alegria de anunciar o evangelho".
No dia 21 de setembro (domingo) logo após a missa das 8h da manhã, será realizada da festa passando por todas as 12 comunidades da Paróquia.
Dia 24 abertura solene com a celebração da santa missa às 18:30h. No dia 04 de outubro, "dia de São Francisco" às 6h da manhã missa e benção dos animais, 8h missa solene da festa e às 16h procissão e missa de encerramento da festividade em Honra ao Pai Seráfico.




Realização Frades Capuchinhos


A festa de São Francisco (Paróquia São Sebastião), considerada uma das maiores festa católica do Piauí, já faz parte do calendário do turismo religioso de nossa cidade.O festejo reúne milhares de fiéis romeiros vindos de todas as cidades vizinhas dos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará. Durante as noites que transcorrem as missas e a novena, mais de 20mil fiéis aglomerados por noite na frente da Matriz de São Sebastião. Um grande e verdadeiro exemplo de  manifestação da fé no encontro com Cristo eucarístico nas celebrações campais. 
A festa também conta com apresentações artísticas que contam as histórias de Francisco, o humilde servo de Cristo que abandonou e se despojou de suas riquezas, doando aos mais carentes, pra se dedicar e vivenciar o evangelho de cristo intensamente, ao lado daqueles que precisavam da conforto e da palavra de Deus, além de se dedicar aos animais, Por isso é considerado santo padroeiro dos animais. São Francisco até os dias de hoje é considerado como um exemplo digno de entrega à obra de Deus.
fonte parnaiba catolico

Meteorologistas afirmam que vai nevar em todo o nordeste no final do ano


 
Fenômeno da neve no nordeste está relacionado com a extinção dos pandas do Amazonas 




Vai cair neve em toda a região nordeste no final deste ano, é o que aponta um estudo feito por meteorologistas. Pela primeira vez, na história, as pessoas que vivem no nordeste poderão fazer bonecos de neve, caminhar sobre o gelo e ainda esquiar.


o fenômeno da neve no nordeste pode está relacionado com a extinção dos ursos pandas no Amazonas. Segundo a bióloga Carolina Cogumelo, o sumiço dos pandas, da floresta amazônica, provocou uma mudança no tempo e em toda a natureza. "Por isso falta água no sudeste e vai cair gelo no nordeste", disse.


Os meteorologistas ainda não confirmaram a data exata da temporada de neve mas, pelos cálculos feitos no Excel, acredita-se que durante o Natal todo o nordeste estará coberto por neve.
 

Brasileiro oferece cinco milhões para quem aceitar se casar com a sua filha

Um empresário brasileiro do setor da indústria está oferecendo cinco milhões de reais, para quem aceitar se casar com a sua filha, Ana Alice de Almeida Alves, uma adolescente de 20 anos. A garota está desesperada à procura de namorado. Ela chegou a conseguir 42, mas, todos desistiram e foram embora, uma semana após conhecê-la pessoalmente. 

 
Adolescente é bonita mas tem um problema muito sério, segundo o pai 
O empresário garante os cinco milhões, mas com uma condição: o casamento deve durar pelo menos 20 anos, ou o dinheiro deve ser devolvido com juros. Justificando por que pretende comprar um casamento para a filha, o empresário disse que Ana Alice é bonita, mas é louca, ninguém atura ela por muito tempo. 


"Ela é extremamente ciumenta, já colocou a faca no pescoço de um ex-namorado por que ele recebeu um SMS da operadora desejando-lhe um feliz aniversário na madrugada; Também já eletrocutou um outro namorado porque ele olhou para uma garota que passava na rua; Ela também exige ter acesso as senhas de e-mails e redes sociais do namorado. Quem aceitar se casar com ela merece mesmo os cinco milhões", disse o pai de Ana Alice. 

Vídeo mostra empresária sendo morta por ladrão


Câmeras de prédio registraram ação de criminosos na Zona Oeste. Vanessa Baroni, de 39 anos, morreu no hospital; garoto segue internado. 
Câmeras de segurança de um prédio registraram o momento em que a empresária Vanessa Baroni, de 39 anos, é baleada durante uma tentativa de assalto na noite de segunda-feira (15) na Zona Oeste de São Paulo. O vídeo mostra Vanessa e os filhos reagindo à ação de dois homens com capacete e em uma motocicleta,. A dupla abordou a família em frente a um condomínio residencial na região do Rio Pequeno. A empresária foi socorrida com vida, mas morreu no hospital. Um dos garotos, de 17 anos, também foi ferido pelos disparos, mas não corre risco de morte. Nas imagens, é possível ver Vanessa deixando o prédio de uma amiga, às 23h33. Ela e os jovens caminham até um carro modelo Audi TT laranja, estacionado em frente ao edifício, e são abordados pelos ladrões.Os assaltantes se aproximam primeiro da empresária, que está próxima à porta do motorista. Ela é levada para a calçada, onde os adolescentes já estão rendidos. Os jovens também são obrigados a entregar peças de roupa. Neste momento, um dos criminosos é rendido pelas vítimas e arrastado até a frente da portaria do prédio. Ele entra em luta corporal com a empresária e os filhos. Em seguida, o outro assaltante se aproxima, desce da moto e vai em direção ao comparsa. Depois disso, atira contra Vanessa e um dos adolescentes, que caem no chão. Os ladrões fogem na moto. Uma amiga da família chegou momentos após o crime e viu Vanessa ferida. "Quando eu cheguei lá, ela já estava caída, meu afilhado com o braço já com o tiro, o outro menino jogado no chão e tentando socorrer ela", contou uma das testemunhas que presenciou a tentativa de assalto. Os feridos são socorridos pelos familiares, além do porteiro e moradores do prédio.A empresária foi levada para o Hospital Cruzeiro do Sul, em Osasco, na Grande São Paulo, mas não resistiu. O filho dela também ficou ferido no cotovelo e foi levado ao mesmo hospital. Ele está consciente e fora de perigo. Vanessa Baroni foi enterrada na tarde desta terça-feira (16) no cemitério AlphaCampos, em Jandira. O carro da família foi deixado na garagem do prédio por ordem da perícia. O caso foi registrado como latrocínio, que é roubo seguido de morte.

Boulevard da Beira Rio entra para etapa de acabamento

Calçadão Cultural ou Boulevard da Beira Rio avança para etapa de colocação do piso

As obras de construção do  Calçadão Cultural na Beira Rio encontram-se na fase de colocação do piso que é do tipo intertravado, o tradicional piso com peças retangulares à base de concreto em formato de tijolo. Profissionais da construção civil estão trabalhando diariamente para a conclusão do piso e calha de escoamento de águas.

O próximo passo conforme informou o mestre encarregado da obra, Carlos Antonio Silva, será a construção de dois acentos públicos cada um medindo 1,54 m² de área com uma mesa de centro de 1,40 m² de diâmetro. Os artefatos são acessórios que constam no projeto que oferece
estruturas compatíveis com a modernização que está sendo proposta para o local.

A fase atual contempla também a instalação do sistema elétrico. A empresa aguarda para os próximos dias a chegada de quatro postes de concreto contendo luminárias que serão fixados na parte lateral.

Edição do Jornal da Parnaíba

POLÊMICA!!! MÃE E FILHA ASSUMEM RELACIONAMENTO LÉSBICO.


"Minha mãe ainda é minha mãe. Ela ainda faz coisas normais de mãe: me compra roupas, comida, me diz para fazer a minha cama. Nós apenas também gostamos de fazer sexo uma com a outra".
Com essa frase eu conheci a história de Mary e Vertasha Carter, mãe e filha que assumiram um relacionamento lésbico uma com a outra. As leis proíbem a prática de incesto, principalmente pelo fato de relações entre pessoas da mesma família trazerem defeitos para os bebês. 
"Ambas somos mulheres e obviamente não podemos fazer crianças. Seria diferente se o pai dela a engravidasse e nascesse um bebê com deformidades, mas nós não estamos machucando ninguém. Somos uma minoria nova e tudo o que queremos é que aceitem." – disse a mãe, Mary Carter.

A mãe ainda declarou que a atração entre ela e a filha iniciou quando a garota completou 16 anos, mas elas discutiram e decidiram esperar que ela completasse 18 anos para que começassem a fazer sexo. Ela ainda afirmou que elas não tornaram seu relacionamento público para criar polêmica, mas sim para encorajar outras pessoas que estivessem em relacionamentos parecidos. 

"Queremos que o mundo saiba que amamos uma a outra como mãe e filha e como amantes". 

Fonte: Outer Space

Parnaíba terá centro para tratamento de dependentes químicos

Parnaíba terá primeira Unidade para Tratamento de Dependentes Químicos com capacidade para atender 60 pessoas.

Unidade para Tratamento de Dependentes
Químicos será uma mão estendida aqueles
que quiserem se recuperar
A unidade de tratamento será realizada através da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Parnaíba. A unidade será implantada na sede da desativada escola Professora Maria da Penha.

A reforma do para adaptação das instalações está orçada em cerca de R$ 500 mil. O centro de tratamento terá como prioridade desintoxicar, tratar e auxiliar os dependentes químicos a voltarem ao convívio social.

Coordenadora de enfreamento as drogas Janete de Moraes Souza
A Unidade para Tratamento de Dependentes Químicos constitui-se como uma estratégia de intervenção social e comunitária na área de Drogas, que tem a comunidade como protagonista fundamental. Realizada em parceria entre o Governo do Estado do Piauí, através da Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas.

É uma forma de promover mudanças efetivas nas comunidades, onde seus membros se percebem como portadores de potencial para mudar suas realidades, respeitar as diferenças e trocar saberes.

Edição do Jornal da Parnaíba